História

História

Entrada  > Grupo > História
A Evolução
  • A história da InterCement Portugal, S.A., anteriormente denominada Cimpor, remonta a 1976 com a constituição de uma empresa pública contando desde o início com as três fábricas em Portugal - Alhandra, Loulé e Souselas. Até 1992 deu-se um processo de consolidação e crescimento no mercado interno, tendo neste ano a companhia iniciado o seu processo de internacionalização com uma aquisição em Espanha. Nos 20 anos que se seguiram a Cimpor foi crescendo dentro de Portugal e além fronteiras chegando a ter operações em treze países: Portugal, Espanha, Angola, Tunísia, Marrocos, Turquia, Egito, Cabo Verde, Moçambique, África do Sul, China, Índia e Perú.

    No dia 20 de dezembro de 2012, na sequência da proposta de reorganização societária e permuta de ativos apresentada pela sua acionista controladora InterCement, a Cimpor permutou: os seus ativos em Espanha (com exceção da Cimpor Inversiones S.A., Cimpor Trading S.A. e Cimpor Eco S.L.), Marrocos, Tunísia, Turquia, Índia, China e Perú, pelos ativos e operações de cimento e betão da InterCement na América do Sul (Brasil, Argentina e Paraguai) e em Angola.

    Na sequência da Oferta Pública de Aquisição sobre a totalidade do capital da Cimpor lançada pela InterCement Austria Holding GmbH (“InterCement”), em junho de 2012, a InterCement assumiu o controlo acionista da Cimpor. A InterCement, cuja sua origem remonta a 1968 com a construção da primeira fábrica de cimento em Apiaí, Brasil, foi-se desenvolvendo e conquistando o mercado interno brasileiro, onde é vice-líder de mercado. Por seu turno, a InterCement iniciou o seu processo de internacionalização em 2005 com a aquisição da Loma Negra, assegurando complementarmente a liderança do mercado Argentino, e em 2009 iniciou a construção de uma moagem no Paraguai. Mais tarde, em 2014, reafirmando a sua posição de vice-lider do mercado Paraguai a companhia viria a instalar uma unidade integrada de produção de cimento nesta geografia.

    Em 2017, a Oferta Pública Inicial (“IPO”) da Loma Negra, C.I.A.S.A. sobre parte do seu capital social ocorreu através de uma oferta de dupla listagem na NYSE (EUA) e na BYMA (Argentina). Com esta transação record, a Cimpor arrecadou um valor bruto de US$ 1.097 milhões, correspondentes a uma parcela de 48,43% do capital social da Loma Negra, C.I.A.S.A..

    Neste mesmo ano e na sequência do deferimento por parte da CMVM da perda da qualidade de sociedade aberta da Cimpor – Cimentos de Portugal, SGPS, S.A., as ações da Cimpor foram excluídas de negociação no mercado regulamentado Euronext em 26 de setembro de 2017.

    Em 2018 foram dados outros passos relevantes no futuro da hoje denominada InterCement Portugal, S.A.. Em Outubro de 2018, foi assinado com o Grupo OYAK um contrato que tinha como objeto a venda de todos os ativos da Unidade de Negócio de Portugal e Cabo Verde. Num segundo momento a Assembleia Geral Extraordinária da Cimpor – Cimentos de Portugal, SGPS, S.A., realizada a 12 de Dezembro de 2018, aprovou um conjunto de alterações aos estatutos da companhia, entre elas, o alargamento do seu objeto social à prestação de serviços diversos, a alteração da denominação social de Cimpor - Cimentos de Portugal, SGPS, S.A. para InterCement Portugal, S.A. e, em função do resultado do recente aumento de capital no valor de 700.078.778,68 euros, o novo valor do capital social da companhia: 1.372.078.778,68 euros representado por 2.731.055.231 ações sem valor nominal.

© 2019 InterCement Portugal. Todos os direitos reservados |  web design webuild